profile cover
1.00%
Compartilhar

Criado em 10/08/2018

Gio Capano

Cargo Pretendido:
Deputado Federal - RJ

Filiação Partidária:
PSOL

Dias restantes

-429

R$ 5.000,00
Objetivo
R$ 50,00
Arrecadado

Contribuir

Por que quer ser candidato?

Ainda muito jovem, aluno da Escola Municipal Conde de Agrolongo na Penha, algo me despertou ao ver como que aquela estrutura tão imponente (bela e grande construção com arquitetura do início do século) era mal utilizada. Os alunos não se sentiam atraídos e os professores não se sentiam motivados. O que hoje muito me impressiona é como isso era perceptível para alguém tão jovem, a intensidade da realidade era tanta ao ponto de que alguém muito jovem percebesse claramente que algo estava errado.

A juventude em uma belíssima cidade como Saquarema, assistindo a diferença que gestões públicas desastrosas e mal-intencionadas fazem à cidade e sua população, nas atuais e futuras gerações, alimentaram essa insatisfação em como a gestão pública é tratada.

A rotina em locais comumente abandonados pelo poder público como Jardim América, Penha, Madureira e São Gonçalo, estimulam esse olhar crítico do mundo, e alimenta a vontade de fazer algo, de lutar por mudanças.
Adiciona-se à isso anos de trabalho com visitas recorrentes a escolas públicas e seus alunos, em comunidades carentes, principalmente nos arredores do Jardim América, Baixada Fluminense (e aí faço questão de citar os municípios que muito convivi como Mesquita, Belford Roxo, Duque de Caxias, Nova Iguaçu e São João de Meriti), os amigos que fiz na rotina de trabalho no Morro da Providência - antiga quadra hoje estação do teleférico, bar da Andréia, na Cidade de Deus - nossa querida CDD, praça da bíblia, Alcântara e sua famosa “Rua da Feira”.
Somando tal revolta, espírito crítico, opinião fortemente formada e vontade de construir um futuro diferente, decidi por assumir a missão de ir para onde geralmente fogem, assumir o risco de debater política com quem foge desse assunto, de dialogar com quem não acredita mais em um futuro melhor, de plantar esperança e lutar por nosso futuro.

Sabemos que uma população cada dia mais cansada da política tradicional acaba por deixar que pessoas com intenções perversas, focadas no enriquecimento pessoal, assumam o comando. Que filhos de candidatos por vezes condenados por corrupção busquem na política seu berço, seu trono, sua chance de fazer fortuna, mudam de nome, mudam de história, assumem discursos diversos manipulando a verdade apenas em busca de seu voto.

Só que sabemos também que existe apenas uma solução – uma candidatura cidadã, de participação popular. Alguém comprometido com a qualidade de vida da população, com o crescimento econômico socialmente justo, preparado para debater os diversos assuntos, com conhecimento e com capacidade de entender as necessidades e apresentar soluções possíveis. Esse é Gio Capano.

Pautas e bandeiras defendidas

Gio acredita que política se faz sem esquecer que é cidadão comum, com plena participação da sociedade. Preparado e dedicado, entende a importância do debate, sempre lembrando dos que mais precisam de políticas públicas e justiça social.

Primeiramente o deputado federal precisa ser altamente preparado para debater as diversas pautas, mesmo que tenha pautas prioritárias ele precisa estar disposto e capacitado para avaliar projetos que vão de saúde, previdência, educação, direitos, tributação, economia e outros.

Como economista estou preparado para trabalhar a favor da redução do desemprego, assim atingido fortemente a redução da violência, sabendo que grande parte desse problema é socioeconômico. Precisamos ampliar o acesso à educação, tornado-a mais sedutora, com profissionalização e acesso à politicas públicas em regiões hoje abandonadas pelo Estado.

Precisamos também entender que o policial também sofre a mesma covardia aplicada pelo Estado. Abandonados e sem condições, equipamento insuficiente, viaturas sucateadas, delegacias em péssimo estado.

Propostas

Desenvolvimento econômico deve ser socialmente justo e combater a desigualdade.

Violência deve ser combatida com Estado presente, políticas públicas permanentes, sem segregação: todos os bairros e cidades precisam de atenção, sem abandono e sem privilégios, da capital ao interior.

EMPREGO, educação, tecnologia, integração entre as instituições, melhor estrutura e valorização da vida dos moradores e do profissional de segurança - é assim que lutamos verdadeiramente contra a violência.

Micro empreendedorismo precisa de suporte. Bijuteria, refeição, docinho, camelôs, pequenos lojistas, moto-taxistas, profissionais do transporte, entregadores e vários outros lutam contra o DESEMPREGO abrindo seu pequeno negócio. Todos esses precisam de maiores incentivos à produção, com desburocratização, eficiência tributária, otimização logística e outros.

Histórico

A vida política não deve ser vista isoladamente da vida como cidadão.

Aqui contaremos essa história, porque acreditamos na importância de que você conheça o Gio, e sua formação como cidadão, que hoje se apresenta como opção política.

Nascido em 1984, Giovanni Capano cresceu com a democracia brasileira e assim inicia-se uma relação que cresceria com o passar dos anos.

Começando com sua infância dividida entre dois bairros do subúrbio carioca, bem reconhecidos atualmente pela forte presença da violência, e por muitas vezes avaliados como dos mais violentos do estado, Jardim América e Penha. Bairros de população pobre e cercados por comunidades e bairros com a rotina marcada por conflitos entre o tráfico de drogas e as forças de segurança, como Complexo do Alemão, Favela do Dique, Beira Rio, Pavuna, Irajá, Olaria e no caso do Jardim América, porta de entrada para a tão conhecida Baixada Fluminense.

Estudante dedicado da grande Escola Municipal Conde de Agrolongo viveu na pele as dificuldades do ensino público e ali começa a brotar a vontade de mudar a realidade futura.

Ainda muito jovem, sua mãe decide fugir da pesada rotina da metrópole, da violência e dificuldades de viver na capital, e muda-se para Saquarema, cidade tranquila, litorânea, conhecida como a Capital Nacional do Surfe.

Uma sequência de péssimas gestões públicas na prefeitura, por décadas, faz com que até hoje não tenhamos na cidade uma universidade, obrigando jovens que querem avançar para uma graduação a se deslocarem para Niterói diariamente ou se mudarem para municípios mais desenvolvidos.

O mercado de trabalho local também é altamente precário, formado basicamente de pequenos comércios e a própria prefeitura, maior contratante de mão de obra da cidade.

Com o passar dos anos Saquarema se mostra inviável para seu crescimento e ambições pessoais. Assim Gio inicia sua atual rotina de se dividir cada vez mais entre estudar e trabalhar no Rio de Janeiro e deixar Saquarema para os poucos tempos de lazer que o atual sistema nos permite curtir.

Sempre engajado em causas populares, participante ativo em manifestações de rua, se filia ao PSOL em 2011, admirado pela democracia interna e por encontrar no partido estrutura séria e comprometida com a população. Abraça de coração a construção do diretório de Saquarema e assim fortalece a base do que enxergara na juventude, que uma atuação exemplar no poder público pode fazer ainda maior diferença na luta por um futuro melhor para nossa sociedade, e faz da atuação política sua missão de vida, se comprometendo a estar preparado quando viesse o momento certo.

Em 2009 conquista uma bolsa integral para estudar Economia na PUC Rio, formando-se em 2014, por acreditar que tal conhecimento é imprescindível para quem almeja entender a máquina pública e por seus ideais focou sua pesquisa de graduação em Desenvolvimento Socioeconômico e Violência obtendo avaliação máxima.
Gio aos 15 anos começou como vendedor autônomo em Saquarema. Trabalhou em Madureira com educação profissional e informática (sua primeira graduação em 2002), depois em São Gonçalo com consultoria de negócios também nessa área, em ônibus do projeto social de abastecimento de alimentos do CEASA – o famoso varejão volante, convivendo diariamente no núcleo de comunidades como Providência (Centro), Cidade de Deus, arredores do Lins, arredores do Estácio (morro do Pinto e São Carlos) e outros.

Agora formado, sentindo-se preparado, lança-se em 2016 como candidato a vereador por Saquarema. Abraçando uma campanha “pé no chão”, de militância de rua, propositiva, focada na coletividade e na importância da participação popular.

Siga-me nas redes sociais


Transparência


CPF Doador Valor Forma de Pgto. Data Pgto.
095.481.517-31 Viviane Leite Ventura R$ 50,00

Cartão de Crédito

13/08/2018