profile cover
12.76%
Compartilhar

Criado em 15/05/2018

Thaynara

Cargo Pretendido:
Deputada Federal - DF

Filiação Partidária:
REDE

Dias restantes

-75

R$ 20.000,00
Objetivo
R$ 2.551,00
Arrecadado

Contribuir

Por que quer ser candidato?

Quero ser deputada para garantir um ensino público universal e de qualidade onde o futuro dos jovens não seja determinado pela quantidade de dinheiro que um pai consegue investir em uma escola. Para que pais não precisem correr de escola em escola para garantir que seu filho consiga entrar em uma universidade. Para que o êxito na vida pela educação não seja uma exceção, mas uma regra. Acredito que em um espaço de poder posso transformar a educação ambiental, de gênero e cidadã em lei e assim construir uma sociedade mais respeitosa e justa.

Pautas e bandeiras defendidas

Educação

Infelizmente, estudar em uma escola pública de qualidade no Brasil ainda é uma exceção, deveria ser a regra! Afinal, a educação é um direito básico e deveria ser ofertada em igual qualidade para todos. Uma educação básica bem feita e ensinos técnicos de qualidade, contribuem para uma maior inserção de jovens de baixa renda na universidade e no mercado de trabalho. Além disso, o currículo do ensino de base precisa oferecer também uma educação cidadã que dê noções básicas sobre gestão financeira, constituição, meio ambiente e respeito ao próximo!

Controle Social

A cada 10 parlamentares do Congresso Nacional, 6 possuem algum familiar na política! Isso significa que a nossa política está sendo feita há décadas pelos mesmos grupos familiares que defendem seus interesses econômicos. Precisamos de representantes comprometidos a dar fim à aposentadoria especial dos parlamentares e aos diversos auxílios. O Congresso Nacional é um local para servir a população e legislar para aumentar o bem-estar social e não para se fazer negócios. Além disso, é fundamental incentivarmos e ampliarmos utilização da tecnologia no Congresso, pois ela certamente contribuirá para que o cidadão comum participe mais diretamente das tomadas de decisão, seja fiscalizando ou opinando!

Gênero

As mulheres são 54% da população e apenas 10% no Congresso Nacional. Temos um Congresso que não reflete a diversidade da nossa população e suas necessidades! Além de aumentar a diversidade na representação, é fundamental reforçar a agenda política das mulheres: monitoramento da implementação das leis sobre violência doméstica e sexual, fiscalização de políticas que garantam o equilíbrio salarial entre homens e mulheres no mercado de trabalho e universalização do primeiro ensino para garantir que jovens mães estudem e trabalhem.

Meio Ambiente

O cerrado, diferente da amazônia, não é considerado no texto constitucional como patrimônio nacional. Como reflexo dessa falta da valorização, já temos mais de 50% do cerrado nativo desmatado! O cerrado abriga três importantes bacias hidrográficas e a falta de preservação tem gerado problemas como a crise hídrica que faz com que falte água em diversos lares e setores produtivos, principalmente em Brasília! Precisamos combater a violência da bancada ruralista contra a terra no Brasil. Valorizar e regulamentar os programas de incentivo à preservação para assim termos uma política ambiental que equilibre os interesses sociais, ambientais e econômicos. Pensar no pequeno produtor e agricultor familiar é de extrema importância! Já que são eles que colocam 70% da comida na mesa do brasileiro e hoje estão sendo sufocados pelos grandes produtores do agronegócio.

Propostas

• Alocar emendas parlamentares para Rede de Bibliotecas Públicas do Distrito Federal para fortalecer a distribuição de conhecimento e auxiliar na formação do ensino de jovens e adultos.

• Universalização do primeiro ensino público (creches) para viabilizar que as mães consigam se estabilizar no mercado de trabalho e nos estudos.

•Ampliação da preservação do cerrado, que já foi desmatado em mais de 50%, para reequilibrar o ciclo da água e de produção de alimentos no centro-oeste.

•Fim da aposentadoria especial para parlamentares e auxílios para reduzir os gastos do estado com atividades meio e dar fim as regalias da classe políticos.

Histórico

Minha caminhada política começou quando me mudei para Brasília em 2010. No segundo ano de universidade, com 19 anos, participei da criação de uma biblioteca comunitária na Cidade Estrutural. A biblioteca era a única da cidade e tinha 8 mil exemplares para atender toda a comunidade. Na época, lutamos para ter um projeto aprovado em um edital do Ministério da Cultura que destinou 40 mil reais para melhorar a estrutura da biblioteca e atender melhor a população. Percebi que meu conhecimento em sala de aula poderia ser usado para melhorar a sociedade e disseminar conhecimento.

Com o tempo fui me envolvendo em espaços políticos, me tornei coordenadora geral do Centro Acadêmico de Biblioteconomia, fui representante em diferentes conselhos da UnB e diretora da União Nacional dos Estudantes. Além disso, fui pesquisadora do PIBEX (Programa de Institucionalização de Bolsa de Extensão) e CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Ao longo dos anos, percebi que temas importantes influenciaram na minha vida e de outras pessoas, exemplo o meio ambiente. Representei os alunos da UnB do núcleo de agenda ambiental e coordenei o Comitê de Defesa das Florestas em 2012, onde dávamos aula de educação ambiental para adolescente em escolas e assentamentos. Nosso objetivo era alertar os jovens para a importância de uma relação sustentável com os recursos naturais e protestar contra a anistia dos desmatadores com a mudança do código florestal.

Em 2013, com a proximidade da Copa do Mundo no nosso país, comecei a participar de movimentos de fiscalização dos gastos públicos e violações de direitos humanos em megaeventos. Coordenei um projeto nas escolas da rede pública do DF para debater os impactos de megaeventos com jovens.

Em 2015, comecei o desafio de trabalhar no setor público. Primeiro, passei um ano na assessoria da Casa Civil com participação social, onde cheguei a mapear mais de 840 movimentos comunitários espalhados no Distrito Federal. Nos dois anos que se seguiram trabalhei na Secretaria de Segurança Pública com programas de prevenção à violência. O principal projeto que desenvolvi foi a mediação de conflito nas 20 escolas públicas mais violentas do Distrito Federal. Desenvolvemos na minha coordenação projetos como o curso de capacitação das forças de segurança para atendimento de pessoas com deficiência, encontros públicos das lideranças comunitárias do DF com as forças de segurança e assinatura do uso do nome social na secretaria.

Como pré-candidata a deputada federal, acredito que para ocupar cargos públicos é preciso se preparar. Pensando nisso, concorri ao processo seletivo das iniciativas de renovação política Renova Br e RAPS, e fui aprovada em ambos. Lidero no DF o Movimento Acredito, um movimento nacional de jovens que buscam renovar o congresso nacional.

Siga-me nas redes sociais


Transparência


CPF Doador Valor Forma de Pgto. Data Pgto.
725.121.642-68 Marcia Rebeca Silva De Oliveira R$ 100,00

Cartão de Crédito

05/08/2018
088.514.317-52 Luana De Almeida R$ 10,00

Cartão de Crédito

25/07/2018
218.639.895-87 Rita Cristina Silva Melo R$ 420,00

Cartão de Crédito

22/07/2018
273.752.868-25 Lucilio Correia De Oliveira R$ 120,00

Cartão de Crédito

15/07/2018
008.765.531-45 Diogo Urquiza Soares Costa R$ 100,00

Cartão de Crédito

12/07/2018
017.156.601-70 Rodrigo Do Amaral Silva R$ 50,00

Cartão de Crédito

12/07/2018
053.808.581-98 Joao Gabriel De Paula Resende R$ 10,00

Cartão de Débito

12/07/2018
002.715.831-42 Gabriella Nepomuceno Cunha Lima R$ 10,00

Cartão de Débito

11/07/2018
000.143.601-52 Leandro Antonio Grass Peixoto R$ 50,00

Cartão de Crédito

09/07/2018
044.242.791-38 Gerson Spindola Da Silva R$ 90,00

Cartão de Crédito

03/07/2018
139.381.693-20 Pedro Ivo De Souza Batista R$ 200,00

Cartão de Crédito

27/06/2018
953.685.402-30 Yago Maues Batista R$ 50,00

Cartão de Crédito

27/06/2018
055.147.711-30 Emerson Da Rocha Barros R$ 10,00

Cartão de Crédito

26/06/2018
435.733.688-08 Joao Marcelo Marques Cunha R$ 50,00

Cartão de Crédito

24/06/2018
409.719.962-53 Marcos Pacco Ribeiro Coelho R$ 100,00

Cartão de Crédito

21/06/2018
034.156.845-71 Niully Nayara Santana Campos R$ 100,00

Cartão de Crédito

21/06/2018
583.625.171-15 Cristiano Chrisostomo De Carvalho R$ 100,00

Cartão de Crédito

20/06/2018
166.608.971-00 Jair Cordeiro Dos Santos R$ 50,00

Cartão de Crédito

19/06/2018
035.254.951-37 Yasmin Melo Rodrigues R$ 100,00

Cartão de Crédito

18/06/2018
726.575.291-00 Shalon Silva De Souza Figueiredo R$ 50,00

Cartão de Crédito

09/06/2018
029.032.841-13 Jiula Barbosa Campos R$ 100,00

Cartão de Crédito

07/06/2018
114.513.826-85 Mariana Goncalves Oliveira R$ 50,00

Cartão de Crédito

07/06/2018
089.983.774-38 Alexandre Da Silveira Lins R$ 50,00

Cartão de Crédito

03/06/2018
092.700.224-80 Felipe Simoes Da Mota Oria R$ 350,00

Cartão de Crédito

30/05/2018
011.291.591-40 Michelly Andrade Martins R$ 20,00

Cartão de Crédito

29/05/2018
218.639.895-87 Rita Cristina Silva Melo R$ 211,00

Cartão de Crédito

24/05/2018